Newsletter

Nome:
E-mail:

Notícias

09/02/2012 - Medicamentos genéricos para câncer e hepatite

Segmento quer ter 35% do mercado até 2015 e prioriza entrada em biossimilares e de alta complexidade

 

 

Os remédios conhecidos como biossimilares e os produtos de alta complexidade são os novos alvos da  Pró Genéricos (Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos). “As empresas da Pró Genéricos farão remédios de biotecnologia de produtos cujas patentes estão vencidas ou vão vencer”, diz o presidente executivo da associação, Odnir Finotti.

As patentes dos produtos destes segmentos começam a vencer neste ano. Remédios para tratamento de câncer, hepatite e doenças do sistema imunológico são alguns exemplos dos remédios que terão uma opção genérica. “Esses medicamentos são muito caros e a população tem acesso a eles com muita dificuldade. O maior cliente é o governo, que faz essa distribuição. Com a opção genérica, o preço destes remédios vai cair e o governo poderá atender mais pessoas.”

O presidente da Pró Genéricos garante que a eficácia do medicamento será a mesma. “Com testes mais complexos, vamos provar que a eficácia destes medicamentos produzidos será igual”, disse. Ele completa: “É a nossa entrada nesses  mercados que elevarão os negócios das indústrias de genéricos”. Os novos mercados movimentam R$ 6 bilhões.

Novidades: Os destaques dos lançamentos de genéricos previstos para 2012 são a ziprasidona, antipsicotico da Pfizer, e o sirolimo, produto imunossupressor da Wyeth utilizado em transplantes de órgãos.

fonte: rede bom dia

Laboratório Grams Perini - Todos os direitos reservados

Fone: (51) 3653-3555